Descomplicado a radioterapia

Março Azul Marinho e o combate ao Câncer Colorretal
Câncer Colorretal

Março Azul Marinho e o combate ao Câncer Colorretal

Cada vez mais jovens têm sido diagnósticos com câncer colorretal. Esse fato reforça a necessidade de intensificar a campanha do Março Azul Marinho, que visa conscientizar sobre a importância da prevenção da doença, que está diretamente associada à má alimentação e ao sedentarismo.

Em 2020, o mundo ficou chocado com a morte do ator Chadwick Boseman, protagonista do filme “Pantera Negra”, com apenas 43 anos de idade, vítima do câncer colorretal. Pouca gente sabia que ele vinha lutando com a doença ao longo de quatro anos. O câncer no cólon (parte central do intestino grosso) e retal estão entre as principais causas de mortes por tumor maligno em homens e mulheres nos Estados Unidos. E esses casos têm aumentado entre jovens adultos.

Já no Brasil, segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA), mais de 40 mil novos casos da doença aparecem por ano no país, atingindo homens e mulheres igualmente.  Ainda de acordo com INCA, o câncer colorretal é o terceiro tipo mais frequente entre os homens e o segundo entre as mulheres. O câncer de intestino ou colorretal abrange os tumores que se iniciam na parte do intestino grosso chamada cólon e no reto.

É tratável e, na maioria dos casos, curável, ao ser detectado precocemente, quando ainda não se espalhou para outros órgãos. Grande parte desses tumores se inicia a partir de pólipos. Os pólipos são adenomas e, portanto, lesões benignas, que crescem na parede do cólon e, quando associados a modos de vida não saudáveis e predisposição genética podem, com o passar do tempo, transformar-se em câncer.

Os principais fatores relacionados ao maior risco de desenvolver câncer do intestino são excesso de peso corporal e alimentação não saudável (ou seja, pobre em frutas, vegetais e outros alimentos que contenham fibras), além de hábitos como fumar, ingerir grande quantidade de bebida alcoólica e carnes vermelhas, como também alimentos processados.  

Sinais e Sintomas

Os sintomas mais frequentemente associados ao câncer do intestino são apresentação de sangue nas fezes, alteração do hábito intestinal (diarreia e prisão de ventre alternados), dor ou desconforto abdominal, anemia e perda de peso aparente.

Os exames de rastreamento podem diagnosticar o câncer colorretal precocemente, quando a possibilidade de cura ainda é grande. Isso ocorre porque alguns pólipos ou tumores podem ser removidos antes de se transformarem em câncer.

É extremamente importante o controle, pois a maioria das pessoas com câncer colorretal inicial não apresenta sintomas da doença.  Quanto mais cedo é diagnosticado, maiores as chances de cura da doença. Previna-se!

Escrito por Radioterapia Legal - 09/03/2021 - 77 Views

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *