Descomplicado a radioterapia

Setembro verde: alerta sobre o câncer de intestino
Câncer de Intestino

Setembro verde: alerta sobre o câncer de intestino

Você sabia que em 90% dos casos o câncer colorretal se originam a partir de um pólipo benigno, que ao longo dos anos sofre uma evolução se tornando um tumor? Lembre-se: prevenir sempre.

Atualmente, de acordo com o INCA – Instituto Nacional do Câncer, 90% dos casos de câncer no intestino poderiam ter sido evitados, com alimentação adequada e exames preventivos. Por isso, as campanhas buscam alertar a população para a prevenção, uma vez que o câncer de intestino é o segundo com maior incidência nas mulheres e o terceiro em homens.

A obesidade, o sedentarismo, a má qualidade da alimentação -pobre em fibras, rica em carne vermelha e ainda alimentos ultraprocessados -, o alcoolismo e o tabagismo são os grandes responsáveis pelo aumento do número dos casos de câncer de intestino.  

Câncer colorretal: tem tratamento sim! O diagnóstico precoce é importante, porém, é fundamental estabelecer que o câncer colorretal tem tratamentos cada vez mais modernos e efetivos para cada perfil de paciente.

Para os tumores menores, as lesões podem ser retiradas por colonoscopia e ressecções locais dos tumores. Já os maiores e em estados avançados também contam com opções cirúrgicas, como a laparoscopia robótica ou as cirurgias abertas. Há ainda outras opções de tratamento, como a radioterapia e a quimioterapia.

Escrito por Radioterapia Legal - 08/09/2020 - 135 Views

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *